O que é virtualização

Virtualização explicando de maneira simplificada é a criação de uma versão ou módulo não físico ao universo da computação onde pode ser incluídos os sistemas operacionais, dispositivos de armazenamento, aplicativos, redes e servidores. Uma empresa de Tecnologia da Informação utiliza estes servidores para enfrentar as limitações computacionais que o avanço desta área demanda atualmente. Esta virtualização consiste na utilização de um software que simula um hardware, permitindo romper barreiras físicas e os custos de instalação, gerenciamento e gestão de um Data Center em premissa (on-premises).

Muitas empresas têm enfrentado os desafios dos avanços tecnológicos que envolvem o crescimento do negócio no cenário atual. Colaboradores ou funcionários, clientes, parceiros de negócios demandam tecnologias mais sofisticadas e a era das aplicações está gerando novas ferramentas para manter o negócio em linha com os desafios. Para manter o equilíbrio entre este ambiente competitivo sua infraestrutura de TI se torna maior e mais complexa, colocando pressão por mais resultados e velocidade. Neste caso a virtualização ajudará sua organização a enfrentar estes desafios tecnológicos.

Como funciona a virtualização?

 

A virtualização, que também pode ser chamada de Virtual Machine ou VM, trabalha com um software isolado funcionando como um “container” rodando um sistema operacional e uma aplicação dentro dele. Então cada VM trabalha separadamente, independente e em muitos caso pode rodar um simples computador ou recursos computacionais mais robustos. Uma fina camada de software separa as máquinas virtuais do servidor (host) dinamicamente, alocando os recursos que cada máquina precisa individualmente.

Exemplos de virtualização para sua empresa
Uma das ferramentas que podem ser utilizadas através da virtualização é o VDI (Virtual desktop Infrastructure) ou Desktops Virtuais. Os DVs são armazenadas em uma arquitetura central permitindo a distribuição de áreas de trabalho ou Workspaces para usuários em diferentes departamento da empresa. Estas áreas podem ser as tradicionais como financeiro, RH, Controladoria e vendas, ou exclusivamente para as áreas de desenvolvimento de aplicações como o DEVOPS. Os Devops são áreas operacionais de desenvolvimento de software criadas exclusivamente para atender a crescente demanda de aplicações e inovação que as empresas precisam colocar em prática para se manter competitivas no mercado.

Adicione seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.